Meditação

2015-meditar-e-realinhar-no

Hoje em dia encontramos inúmeras técnicas de meditação, cursos presenciais e online, meditação à distância por videoconferência e tudo que se possa imaginar.

Muitos enxergam na meditação a salvação para suas vidas cheias de stress e apego. Virou moda entre os executivos fazer cursos de meditação, como se aí estivesse a tábua da salvação.

A meditação é um “retorno para casa” para sua mente, um momento de fazer o balanço interno do seu Eu, embora de forma inconsciente. Na meditação reestruturamos nossa estrutura psicológica, reavaliamos nossos valores e fazemos uma pequena conexão com nosso Eu interior, que é quem sabe realmente das coisas.

Nesta hora nosso Ser fica a vontade para tentar arrumar a casa e recolocá-lo no caminho adequado, sem que você perceba. Você não vai notar nenhuma grande diferença com meditações eventuais e esparsas, mas todos que incorporam a meditação na rotina de sua vida sentem grandes modificações na sua estabilidade emocional e em seu comportamento.

Osho fala em “no mind”, no estado de ausência da mente. É claro que mente não vai se ausentar,  vai permanecer. Mas neste estado os pensamentos desaparecem e sua mente atua apenas como observador. Você sempre está lá.

O grande segredo está em conseguir não ter pensamentos. No início uma das formas mais utilizadas para isto é desviar a atenção de nossa mente racional para funções mecânicas como a respiração. Como se você desse um brinquedo para uma criança e dissesse “Fica brincando aí e não me atrapalha”. Outras técnicas deixam os pensamentos vir e seguir adiante sem lhes dar atenção, até que se esgotem.

Energeticamente estamos tentando acalmar nosso corpo mental inferior, silenciar nossos quatro corpos inferiores e acessar nossos três corpos superiores. Tirar nosso Ego do jogo.

Mas como não ter pensamentos ? De onde eles vem ? Alguns você cria e outros você atrai do inconsciente coletivo. Criar ou atrair não faz muita diferença, mas porque eles chegam ?

Se você observar, a quase totalidade deles referem-se às suas preocupações e ansiedades. Que no fundo relacionam-se com seu apego às coisas materiais e terrenas.

É muito difícil você conseguir fazer um intervalo em sua vida onde não existam mais preocupações e ansiedades. É claro que com treino você consegue. Mas se em paralelo com isto você começar a construir uma postura constante de desapego, as coisas irão ficar mais fáceis.

Não espere para ter desapego apenas neste momento, faça isso em toda a sua vida.

Lembre que você não vai levar nada do que tem aqui quando morrer. Também é importante você se dar conta de que as grandes coisas de sua vida não foram feitas por você. Você e suas ações nunca foram a peça fundamental dos acontecimentos mais importantes. Não é você quem decide realmente as coisas.

Então, desapegue, seja mais leve, ria mais e medite muito, pois meditar é conversar com seu Deus interior.

através de Prama Shanti

Anúncios

3 opiniões sobre “Meditação”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s