Crime e Castigo

Vocês foram criados com a concepção de castigos e recompensas, trazem dentro de vocês o condicionamento de que deverão ser castigados por tudo que fizerem de errado, por todos os seus crimes.

Isto é extremamente confortável, vocês podem fazer tudo que quiserem e alguém virá lhes castigar e corrigir as coisas. Simples, fácil e sem responsabilidade. É muito bom ser criança, esperar o papai e a mamãe vir e lhe dar uma palmada. Você não precisa nem pensar, é só fazer e esperar …

Vocês agem como ignorantes completos. Vocês são Deuses, trazem todo o poder do Universo em seu interior e ainda assim ficam procurando por sinais fora de vocês. Esperando soluções de fora.

Querem a todo o momento saber do que são merecedores, procuram por um mestre que lhes indique o caminho. Agem como cegos, quando possuem uma visão multidimensional que pode lhes descortinar todas as maravilhas desta criação !

Lembrem-se de que vocês são deuses. Todas as suas religiões, de uma forma ou outra afirmam que vocês  são uma centelha divina.  Vocês são perfeitos ! Como podem precisar de alguém que os julgue ?

Libertem-se ! Vivam a sua plenitude ! Nenhum de vocês precisa passar por provações por atos passados. Sua consciência é o seu Juiz. O seu Eu interior é quem determina o seu caminho, as experiências que tem vontade de vivenciar.

O Karma que vocês tanto gostam de falar são as lições pelas quais você mesmo quer passar. Seu Eu interior quer conhecer este ou aquele sentimento, quer ver como você vai resolver esta ou aquela situação, quer aprender e adquirir conhecimento para solução de problemas.

Você pensa que fez alguma coisa errada e quer se punir, aguarda uma punição.  Se você pensa assim, mas sabe que vai ou que pode repetir este ato novamente é porque ainda não compreendeu esta questão em todos os seus detalhes, não viu todas as suas implicações, este processo ainda não chegou ao fim e precisam ocorrer novos eventos para que você compreenda melhor. Talvez não sejam bons, mas não os encare como castigo. Seu Eu interior ainda não está satisfeito, quer repetir e prestar atenção em outros detalhes.

Mas se você tem certeza que não vai repetir esta ação, este capítulo de sua vida já esta encerrado. Você já adquiriu a consciência que necessitava desta situação, já entendeu cada detalhe. Você já aprendeu ! Não há motivo para outra ocorrência relacionada a isso. Não há nenhum castigo lhe aguardando.

Se você carrega uma situação desconfortável que se arrasta pela sua vida. Isto não é castigo. Você continua na “sala de aula” estudando esta questão. Não concluiu o seu “curso” e não foi liberado para o “ano” seguinte. Estude mais, compreenda os motivos, o que esta situação lhe traz, apreenda com ela. Traga tudo isto para dentro de você, vivencie intensamente estes momentos, mergulhe totalmente dentro da situação, sinta-a no seu âmago. Quando tiver a consciência plena desta situação, você terá concluído seu “curso”.

Vocês todos são Deuses e estão adquirindo o domínio desta dimensão temporal. Já podem dominar o tempo se acreditarem e realmente quiserem. Precisam apenas se descolar da terceira dimensão, da matéria. Parem de pensar que o real é apenas aquilo que conseguem tocar e sentir. O real é o que está na sua consciência, o real é a sua mente.

Então, basta que vivam dentro de vocês todas as situações que queiram resolver e estará feito ! Simples, rápido e fácil ! Basta que acreditem e queiram realmente fazer. Vocês podem turbinar suas experiências, adiantar o seu tempo, viver e conhecer tudo que quiserem. Resolver todos os seus conflitos dentro de vocês em um pequeníssimo instante do que pensam ser o tempo.

Vamos lá, pratiquem sua divindade, saiam deste lugar lamacento e pegajoso e venham para o Paraíso !

através de Pramashanti

 (No início do texto, abaixo do título, há uma opção para você deixar seu comentário, perguntas ou sugestões. Agradecemos sua participação.)

Anúncios

Compreenda-me ou devoro-te !

Somos todos um só Ser em constante evolução.

Nossa consciência é importante. Porque chamamos de NOSSA ? Quando você se refere ao seu telefone, fala em nosso telefone ? Veja como é forte este sentimento intuitivo de que ela não nos pertence isoladamente !

É a nossa consciência, e ela têm vários níveis de atuação. É como o vértice de um enorme furacão, um cone gigantesco com a ponta em nossa cabeça, e isso em cada ser vivente. Um cone em espiral que se expande verticalmente, entrelaçando-se com outros cones com os quais temos afinidades e entrelaçando vários níveis de consciência. A consciência do nosso grupo de trabalho, a de nossos amigos, de nossa família, … Onde estivermos conectados, estaremos formando uma egrégora e criando uma nova consciência. Cada uma destas egrégoras estará conectada a outra com a qual possui sintonia, formando um novo nível de consciência, e assim sucessivamente … A egrégora de uma nação, de uma raça, de uma espécie, de todas as espécies, de todo o planeta, do Universo e do Todo.

Estamos constantemente conectados ao Todo, fazemos parte dele e somos um com ele.

À medida que desenvolvemos nossa consciência, conseguimos ascender nossa compreensão e acessar egrégoras  e consciências de nível superior, assimilar seu conhecimento e aumentar nossa compreensão. Neste caminho vamos expandindo nossa consciência e aniquilando nossa individualidade, vamos nos sentindo participantes do todo e sentindo-nos realmente uno com toda a egrégora do qual assumimos consciência. Sentimos que somos não só irmãos, mas um só, e nasce a verdadeira fraternidade. Sentimos que não basta sermos felizes se uma parte de nós, se um de nossos irmãos está infeliz. Sentimos que auxiliando o próximo estamos auxiliando a nós mesmos.

À medida que ascendemos, passamos a ter este sentimento também pelas outras espécies. Como poderemos matar e comer uma parte de nós ? Você comeria seu dedo para matar sua fome ?

Esta ascensão não se dá uniformemente, nosso ser tem sede de ascensão. Mesmo preso e acorrentado na matéria, lançamos verticalmente verdadeiras cordas com ganchos nas pontas, tentando nos apoiar em algo para nos elevar. São filamentos bioenergéticos, como nervos de uma rede neural que tentam fazer contato com consciências superiores. Alguns destes conseguem se ancorar, de acordo com a sintonia dos pensamentos que os lançam. Assim alguns lampejos de consciência superior surgem em nossa mente. Alguns se tornam vegetarianos, outros mais fraternais, outros eliminam vícios, … enfim vamos assumindo pequenos comportamentos que fazem parte daquilo no qual nos tornaremos quando nossa ascensão se completar.

Pequenas partes de nós vão ascendendo gradativamente, tentando puxar nosso ser para cima. Pequenas amarras vão se formando para tentar nos elevar.

Simultaneamente as forças trevosas vão nos oferecendo “facilidades” e tentações que igualmente lançam pesadas âncoras em nossa consciência, amarrando-nos a matéria e a terceira dimensão. Nossa consciência está constantemente em luta entre estas duas direções, sendo distendida, puxada para cima e para baixo e as amarras mais fracas, menos alimentadas vão se rompendo. Outras vão constantemente se formando, se atirando para cima ou para baixo, numa constante luta pelo nosso destino.

Estaremos sempre e constantemente nesta luta de ascensão e descensão, adquirindo conhecimento. O objetivo deste conhecimento é inevitavelmente a ascensão, pois este é o único caminho infinito. Já estamos próximos ao chão. Podemos nos entregar a ele e ficar eternamente rastejando e nos alimentando de prazeres passageiros ou alçar voos ao infinito e além, absorver a essência de cada experiência, compreender o seu significado e propósito e ir ao patamar seguinte.

Não podemos negar a existência dos prazeres, precisamos experimentá-los e superá-los. Estamos aqui para adquirir conhecimento, e não se adquire conhecimento sem a experiência. O segredo está em experimentar e sentir a sua essência e o seu propósito. Ao fazermos isto estaremos naturalmente nos desprendendo daquele prazer e indo além, para novas experiências. Teremos superado esta etapa e partido para a etapa seguinte.

Enquanto não sentirmos a essência e o propósito, ficaremos vivenciando a parte material daquele prazer e ele irá se tornando um vício. Pois o prazer é passageiro e nos faz buscar outro igual. Esta é a essência de nossa evolução. Cada experiência guarda uma dualidade: um prazer revelado e a nossa disposição, e um propósito oculto, uma essência escondida aguardando ser descoberta. A verdadeira chave que vai abrir a próxima porta do nosso caminho.

Utilize isto em sua vida, pare de brigar contra seus desejos. Encare-os de frente, viva-o, mas não deixe ser usado por ele. Use-o, extraia a sua essência, compreenda-o inteiramente e jogue-o fora. É o enigma da pirâmide: “Compreenda-me ou devoro-te !”.

através de Pramashanti

(No início do texto, abaixo do título, há uma opção para você deixar seu comentário, perguntas ou sugestões. Agradecemos sua participação.)

Reptilianos

Reptilianos são uma das formas não humanoides deste Universo. Existem outras, mas estes seres possuem uma afinidade maior com a nossa forma, pois nós possuímos antepassados reptilianos e nosso cérebro ainda guarda um núcleo reptiliano.

De certa forma assim como nós seres humanos possuímos antepassados comuns com os macacos, em outra escala também possuímos antepassados comuns com os reptilianos.

Nossa matriz energética foi a mesma, mas tomamos caminhos diferentes, a forma como expressamos nossas emoções, como a processamos, são totalmente diferentes.

Muitos que tiveram contato com os reptilianos afirmam que eles não possuem emoções. Nós simplesmente não conseguimos entender como as emoções se manifestam nestes seres, mas eles as sentem.  Eles possuem um plano mental muito mais elaborado que o nosso, conseguem analisar as emoções e desdobrá-las, separando a semente emocional de cada sentimento. Esta semente, este núcleo da emoção é sentida diretamente. Eles sentem o âmago do sentimento, é um sentimento concentrado e puro, e muito mais intenso, mas em dose menor e dura um tempo infinitesimal. Neste sentido eles são muito mais eficientes do que nós, enxergam o âmago das coisas e sentem apenas aquela pequena partícula que interessa.

Assim, sentimentos brandos, extensos e difusos passam quase despercebidos, pois sua raiz, seu núcleo é quase inexistente e seu processamento é instantâneo.

Isto lhes dá experiências muito diferentes das nossas, é outra forma de aprendizado e evolução. Se eles estivessem fisicamente e em abundancia, concorrendo com nossa espécie, levariam uma grande vantagem, pois são extremamente mais rápidos do que nós no processamento das emoções.

Nós ficamos com um pequeno cérebro reptiliano atrofiado e desenvolvemos um novo cérebro humanoide, enquanto eles desenvolveram o cérebro reptiliano e não tem nenhum conhecimento de nosso cérebro humanoide. Por isto a curiosidade deles em visitar nosso planeta.

Assim como acontece com todos os seres, existem reptilianos nos mais variados estágios de evolução, amistosos e hostis.

Muitos deles encarnam em nosso planeta e outros vivem aqui em formas mais sutis. Alguns de nós, em menor número, também vamos aos planetas reptilianos em formas astrais, encarnados ou não para adquirir experiência.

Como falamos antes, várias outras formas de vida populam este Universo, mas os reptilianos são os que mais nos visitam por possuírem uma sintonia maior com a nossa forma de vida.

Ao nos relacionarmos com reptilianos encontramos uma grande dificuldade, pois a cada interação esperamos obter uma resposta emocional do outro, procuramos analisar esta resposta emocional para avaliar o resultado de nossa interação. Os reptilianos são extremamente rápidos na analise emocional e não conseguimos avaliar este resultado. Então, é como se estivéssemos conversando com uma parede, ele não responde às nossas expectativas e ficamos sem saber como proceder.

Em uma relação com um reptiliano não podemos esperar respostas pontuais, precisamos interagir repetidamente sem esperar respostas e avaliar somente o resultado final. Precisamos intuir corretamente o conjunto de ações que precisamos executar para depois avaliar o resultado. Podemos repetir isto várias vezes, mas em cada vez precisamos executar várias ações repetidas.

Não devemos encarar os reptilianos como um mal, eles estão aqui para nos fornecer uma diversidade maior de experiências. Experiências que faltaram a alguns de nós no nosso processo evolutivo, e que sem eles levaríamos muito mais tempo para adquirir.

Lembrem-se sempre que estamos aqui neste universo para uma jornada de aquisição de conhecimento. Cada aprendizado que concluímos enriquece a consciência da nossa espécie, do nosso planeta, do nosso Universo e do Todo maior. Somos todos um só Ser em constante evolução.

Vamos agradecer a presença dos reptilianos em nosso meio, aprender com eles, e principalmente perder o medo e aprender a nos relacionar com eles.  Eles não são superiores a nós, são apenas diferentes. E lembremos sempre que aqui os encarnados são sempre os mais fortes, nós possuímos as energias mais densas.

através de Pramashanti

(No início do texto, abaixo do título, há uma opção para você deixar seu comentário, perguntas ou sugestões. Agradecemos sua participação.)

O Mentor

Cada um possui sua missão na terra. Como missão entenda apenas coisas que o Eu superior de cada um planejou vivenciar. Vivenciar para ter todas as sensações e sentimentos relativos a cada situação, tomar decisões e aprender com elas.

Antes de chegar aqui antes de encarnar nosso Eu faz um planejamento das vivencias que pretende ter e projeta um plano de vida a partir do local e da família onde pretende nascer.

Para conseguir traçar um plano de vida mais concreto, geralmente escolhemos renascer em lugares onde já conhecemos a cultura e as tradições. Já é difícil traçar o enredo de toda uma vida. Imagine se este enredo se desenrolasse em um local onde você desconhece completamente os costumes e tradições, o modo como as pessoas se comportam.

Traçado nosso plano de vida, sabemos que ao encarnar iremos esquecer completamente tudo o que foi planejado. Para que nosso plano se concretize, procuramos um amigo que irá nos acompanhar quando encarnados, procurando nos direcionar para o rumo da vida que nos foi traçado. A direção para onde somos guiados e aconselhados por este mentor não é necessariamente fácil e feliz. As facilidades e a felicidade apenas refrescam nossa vida, mas raramente nos trazem algum aprendizado.

O mentor procura nos guiar dentro de nossa rota através de intuições e sugestões plantadas em nossa mente, e às vezes também sugestionando pessoas a nossa volta para que nos direcionem para o caminho que traçamos.

Algumas pessoas são mais sugestionáveis do que outras. Muitas vezes ficamos arraigados aos bens e prazeres materiais e não escutamos as sugestões do mundo espiritual. Neste caso resta apenas aos nossos mentores influenciar pessoas próximas a nós e tentar se comunicar conosco quando dormimos, em nossos sonhos. Mesmo que não lembremos destes sonhos, restará uma pequena mensagem em nosso subconsciente que talvez nos afete naquela direção pretendida.

Para influenciar os que estão a nossa volta, é preciso encontrar pessoas sensíveis, abertas espiritualmente e dispostas a isto. O que é bem difícil. Restará então, perscrutar pessoas normais à nossa volta e nos aproveitarmos de pequenos lapsos de consciência desta para fazê-la falar ou sentir o que queremos. Muitas vezes você poderá fazer algo que não sabe por que fez, quando estiver próxima a outra pessoa. Quando sentir está necessidade, de vazão a sua intuição e faça, pois assim estará ajudando o mentor da outra pessoa a cumprir sua tarefa.

Outro recurso que utilizamos é nos valer de pessoas em estado de inconsciência: bêbados e mendigos, que ficam abertos às sugestões do mundo espiritual, mas para isto precisamos enfrentar aqui deste lado, outros espíritos trevosos que geralmente se aproveitam de pessoas neste estado.

Falamos isto para que vocês tenham compreensão de como é difícil mantê-los dentro da linha que vocês mesmo traçaram. Procurem se manter mais receptivos ao nosso lado e escutar mais as suas intuições e as mensagens estranhas que lhe chegam em momentos inesperados. Tenham em mente que o plano de vida traçado pode ter situações difíceis de transpor e trazer algum sofrimento, mas quanto maior for a sua receptividade e abertura, menos será o sofrimento que precisam passar para que aprendam as lições que seu Eu superior determinou. E tenham certeza que ao final todas as vidas traçadas acabam com um final feliz. Afinal, seu Eu superior só quer a sua evolução e a sua felicidade !

através de Pramashanti

(No início do texto, abaixo do título, há uma opção para você deixar seu comentário, perguntas ou sugestões. Agradecemos sua participação.)

Portais, Dimensões e Chacras.

Muito se falou sobre os portais 11/11/11, 12/12/12 e outros anteriores. Eles não tiveram grande significado real. No momento atual, toda a Gaia é um grande portal, pois a passagem interdimensional está aberta para que Gaia faça a transição e crie seu novo corpo. Uma nova Gaia da próxima dimensão está prestes a nascer, levando consigo aqueles que estiverem vibrando na frequência correta.

Embora o desenvolvimento dos chacras interfira diretamente na frequência vibratória de vocês, não há uma correspondência direta, uma obrigação para que este ou aquele chacra estejam abertos para colocar vocês na vibração da quinta dimensão.

Isto porque embora haja uma ordem para abertura dos chacras, a subida do kundalini e a ascensão de vocês, a não abertura de um chacra não impede o vosso desenvolvimento espiritual.

A ascensão (pela abertura dos chacras) não é uma etapa obrigatória na evolução de vocês. É possível a vocês encerrarem a roda da reencarnação sem passarem pela ascensão na Terra. A ascensão apenas facilita e aumenta a velocidade de sua iluminação, abreviando o processo reencarnatório.

Na sociedade de vocês, a atuação das forças trevosas foi muito eficiente e praticamente tirou esta possibilidade ascensional de toda a sociedade. As travas e o preconceito sexual foram tão enraizados em sua sociedade que pouquíssimas pessoas conseguem abertura para trilhar este caminho. No ocidente há uma grande repressão a este processo. No oriente algumas sociedades possuem abertura neste sentido e outras mais radicais são ainda mais fechadas. O ocidente ficou no meio do caminho e oferecerá no futuro uma grande abertura neste sentido, para aqueles que ficarem na quinta dimensão. Na quarta dimensão este processo será definitivamente descartado, a evolução da pornografia e do sexo materialista, aliado a repressão, tornará este caminho praticamente inexistente. As perversões aliadas ao sexo, que estão para surgir publicamente suplantarão definitivamente este caminho.

Hoje, nesta época de transição está havendo uma abertura um pouco maior, permitindo-se que os realmente interessados encontrem o caminho. Atualmente, graças aos esforços de um grande orbe de espíritos iluminados, estamos conseguindo abrir brechas e enfraquecer o controle trevoso para facilitar este e outros caminhos.

Este caminho guarda em sua trajetória muitos conceitos que precisam ser revistos. Conceitos estabelecidos em milhares de anos de dominação trevosa. Durante todo este tempo o ser individual foi menosprezado em prol das relações sociais, e em algumas filosofias até em prol do bem comum, da comunidade.

A evolução espiritual é um caminho solitário repleto de fraternidade. Isto geralmente é muito mal compreendido. Na maioria das vezes se confunde o caminho solitário com o egoísmo, com a negação do outro. Este conceito precisa ser transcendido. Precisamos dos outros, precisamos do nosso par, mas também precisamos da nossa individualidade. A formação de um par, de uma dupla polarizada sexualmente é importante para o auxílio mútuo da ascensão, mas cada um tem o seu próprio caminho. Por isto esta relação não pode ser permeada pelo egoísmo da possessividade, da propriedade do outro. A liberdade, a independência, a fraternidade, o amor desapegado, puro e incondicional são essenciais.

A fraternidade obtida pelo amor incondicional é a grande chave do processo atual, tanto para a migração para a quinta dimensão, quanto para o despertar do primeiro chacra, iniciando o caminho da ascensão espiritual.

Qualquer sensação de posse, tanto material, quanto em relação a outras pessoas é uma ancoragem materialista, trevosa, de quarta dimensão. Os que necessitam disto, que não conseguem desapegar-se de suas conquistas, estão fadados a seguir o caminho da quarta dimensão.

Desapeguem-se de tudo, sintam-se leves e voem !

Podem simplesmente seguir suas vidas desapegando-se e migrando para a quinta dimensão, ou podem também iniciar uma jornada pelo conhecimento da Luz interior liberando seu chacra sexual e iniciando um voo interior. Não há nenhuma obrigação neste sentido, cada um deve sentir se chegou o seu momento. Todo o processo deve ser feito do modo mais natural e confortável possível.

Não pode haver nenhum conflito interno, o Mestre não é aquele que reprime o desejo. O Mestre é aquele que não possui mais o desejo. A repressão gasta a sua energia e desvia o seu foco.

O desejo precisa ser entendido, vivenciado, sentido na sua essência e depois disto, precisamos transcendê-lo. Nenhum desejo é errado, é apenas um processo de aprendizado, precisamos passar de ano e seguir para o ano seguinte de nossa escola interior. Da mesma forma precisaremos compreender o sexo, o desejo e o instinto sexual, para depois transcende-lo, adotar o celibato, ficar livre desta etapa e seguir as etapas seguintes do nosso desenvolvimento.

O celibato não pode ser imposto, precisa vir de dentro, mas não pela repressão, mas sim pela ausência do desejo, que já foi satisfeito, compreendido e transcendido. Esta é a grande questão do sacerdócio, que nunca foi compreendida, foi imposta de fora para dentro e só gerou repressões, paranoias, desvios sexuais e escândalos.

Não há idade para iniciar este caminho da abertura dos chacras. Cada progresso conseguido nesta vida ficará latente em suas vidas futuras. Os chacras se desenvolvem juntamente com seu corpo equivalente, de modo sequencial em um intervalo médio de sete anos. Aos sete anos já haveria a possibilidade teórica de início do caminho. Isto ocorre em algumas culturas, inclusive na formação das virgens vestais. Na sociedade moderna, além das questões legais, é necessário aguardar uma formação mais completa da consciência. Isto porque agora vocês estão mais afastados do seu eu interior e a compreensão mínima necessária só vai surgir após muitos anos.

Além de entender o caminho individual e o amor incondicional, é necessário compreender que a abertura do chacra sexual não passa obrigatoriamente pelo sexo. Sexo e êxtase são totalmente separados. O êxtase não necessita de sexo, embora possa ser atingido através dele. A necessidade de um parceiro polarizado (de outro sexo) é aconselhável para facilitar a troca de energias e aumentar a velocidade do processo. O ato sexual também não é imprescindível. A energia sexual pode ser trabalhada individualmente ou com a ajuda de um par, e a participação do seu par pode ser dar em vários níveis energéticos.

A formação do par tântrico deve ser revestida de um completo amor incondicional, respeito mútuo, independência e liberdade individual. É apenas uma associação simbiótica fraternal.

Entendemos que estes conceitos são complexos e é claro que vem contra as tradições implementadas nestes dois mil anos de sociedade pisciana. O mais importante como falamos anteriormente, é que não existam conflitos interiores, que cada um sinta-se plenamente a vontade e siga sempre a sua voz interior.

através de Pramashanti

 (No início do texto, abaixo do título, há uma opção para você deixar seu comentário, perguntas ou sugestões. Agradecemos sua participação.)

Mendigos à Porta do Paraíso

905d0b8b322f345d0dd5395e135859c5.jpg

Vocês são seres transdutores de energia, recebem o magmaísmo da Terra e a energia Chi do Sol. A energia Chi solar quando atua na sua atmosfera, cria o Prana que vocês respiram e lhes dá a vitalidade. Seu chacra mais inferior, localizado abaixo do chacra básico recebe o magmaísmo, este chacra é composto apenas desta energia. Esta energia ascende e encontra o chacra básico, fundindo-se com a energia Chi proveniente dos chacras superiores. Desta fusão forma-se a kundalini, que percorre a região de sua coluna vertebral.  Pelo outro lado, o chacra superior, acima do coronário, recebe a energia Chi que desce ao chacra coronário fundindo-se com a corrente ascendente do Kundalini. Estas duas energias fundem-se e descem pela coluna vertebral até o chacra básico, voltando a ascender e criando uma circulação energética na região da coluna vertebral.

Na ascensão da kundalini, cada chacra interage retirando e incluindo outras energias, conforme seu estado, e alimentando o respectivo corpo. Cada chacra tem o seu corpo, que é alimentado pelo seu chacra. O primeiro chacra nos liga ao corpo de Gaia, o nono chacra nos liga ao corpo Universal, do qual somos feitos. Os 7 chacras intermediários nos ligam aos seus respectivos corpos. Todos eles existem desde o nascimento, mas vão sendo ativados com o tempo, e de acordo com o nosso desenvolvimento.

Na medida em que são ativados, colorem mais o kundalini circulante com suas cores e influenciam todo o nosso Ser. Se todos os corpos estivessem desativados, a kundalini circulante seria apenas a fusão do magmaísmo com a energia Chi. Não teríamos personalidade, esta energia seria apenas a fusão simples da Terra e do Sol, sem nada relativo ao nosso ser. Apenas viveríamos, sem nenhuma consciência.

À medida que os chacras e os corpos vão sendo ativados, a ligação com nosso ser superior vai se formando e vamos adquirindo consciência de nós mesmos. A energia circulante passa a ser nossa energia pessoal, colorida com nossas características, e nosso corpo vai se moldando e respondendo às ordens do nosso Ser.

Cada chacra que se desenvolve, auxilia o desenvolvimento do chacra seguinte. Assim, todos podem desenvolver-se simultaneamente, mas o desenvolvimento completo de um chacra só é possível após o desenvolvimento completo – a abertura do chacra anterior.

A abertura de um chacra só acontece após a conscientização plena de todos os aspectos relativos àquele chacra. É necessário um salto de consciência, precisamos ultrapassar, superar e nos desligar dos conceitos relativos àquele chacra.

O primeiro dos nove chacras é aberto automaticamente quando nascemos, e nos fornece a capacidade de sobreviver.

O chacra seguinte – o básico carrega nossos sentimentos mais básicos de sobrevivência e nos iguala a todos os animais. Muitos destes sentimentos são pessoais e egoísticos e estão ligados a nossa sobrevivência individual. Outro sentimento – o Sexo está ligado a nossa sobrevivência como espécie e traz com ele o lado do relacionamento em busca de um par para acasalamento. A abertura completa deste chacra só acontece após a superação completa destes conceitos. Precisamos superá-los, sem negá-los. Qualquer tentativa de negação leva a conflitos internos que desgastam nossa energia e desviam nosso foco, impedindo outros desenvolvimentos.

Vivendo mais de dois mil anos sob a repressão da era de Peixes, nossa sociedade ocidental cristã, deturpou os conhecimentos Crísticos e demonizou o sexo. Exatamente porque o correto entendimento dele é a porta para a abertura dos outros chacras, que levam a nossa ascensão espiritual. Nossa porta de entrada foi fechada, demonizada. Muitos dos que tentaram ou conseguiram ultrapassá-la foram queimados(as) em fogueiras, encarcerados e/ou difamados.

Assim, vivemos séculos obtusos e cegados pelas forças trevosas que procuram impedir o desenvolvimento e ascensão espiritual de todos.

Os preconceitos, as distorções e a lavagem cerebral que sofremos torna difícil qualquer discussão sobre este assunto. Sexo foi associado com libertinagem, violência, drogas, pornografia, obrigação e compromisso. Enfim, a tudo que possa dificultá-lo. Junto a isto, todos os meios que levassem a estados alterados de consciência e possibilitassem um pequeno deslumbre do que pode ser a iluminação, foram igualmente condenados. Qualquer forma de prazer individual passou a ser condenada. Qualquer gatilho mental à ascensão foi proibido e fomos acorrentados à matéria, ao chão, ao nível mais baixo possível, ligando-nos às dimensões e frequências mais baixas e tornando-nos suscetíveis a qualquer ataque de baixa frequência. Fazendo-nos vulneráveis a todas as influências trevosas.

Toda abordagem sexual mais aberta é entendida como promiscuidade, assim todo estudo sério sobre esta questão acaba sendo levado quase em segredo. Poucos são os que tomam conhecimento e participam de grupos devotados ao real crescimento espiritual.

Qualquer divulgação neste sentido atrai primeiramente os aproveitadores instigados pelas forças trevosas, com o intuito de desvirtuar, difamar e destruir o grupo e seus participantes.

Para transmutar qualquer conceito, precisamos vivenciá-lo, entende-lo, e absorver sua essência, para depois nos libertarmos. Precisamos conhecer plenamente a energia sexual, identificá-la e aprender a sintetizá-la internamente. Após esta fase teremos ultrapassado esta esfera animal, poderemos nos libertar deste plano, praticar o celibato e iniciar a transmutação da esfera seguinte – a mental.

Não fazendo isto, continuaremos como a grande massa mal resolvida que continua mendigando a porta do Paraíso.

através de Prama Shanti

Prama Shanti: atendimento em São Paulo:

  • consultoria e aconselhamento;
  • atendimentos individuais com técnicas energéticas:
  • coerência cardíaca, respiração,
  • Tri-EB (reprocessamento da informação por estímulos bilaterais),
  • reiki, imã-toque, cura prânica, cura quântica.

Agende uma palestra gratuita em sua instituição.
Informações: pramashanti@gmail.com. 

Dois Cenários

As mudanças estão ocorrendo, entretanto não na proporção que muitos esperam.

Não agimos como mentes individuais, estamos sincronizados telepaticamente e nossa reunião lhe transmite nossas mensagens. Não temos aspirações individuais,  somos uma equipe com um objetivo: lhe transmitir instruções que possam ser repassadas. Quanto as datas e acontecimentos mais concretos, que você nos pede, o mundo está em constante modificação, o tempo se modifica e também as realidades. São inúmeras possibilidades. Podemos lhe passar algumas possibilidades, mas nenhuma delas é confiável.

(Obs.: este texto é uma continuação de outros que versam sobre as dimensões
e falam sobre o desdobramento dimensional de Gaia.
– veja estes textos no item DIMENSÕES do menu)

Existem possibilidades de um confronto bélico de grandes proporções, não uma guerra declarada e direcionada, mas fruto de uma desordem generalizada, onde as instituições desapareçam, os governos percam suas legitimidades e as facções de cada país se apoiem internacionalmente. Poderão surgir movimentos internacionais criando grupos armados dentro de vários países e enfraquecendo os governos. As instituições e o mercado organizado deixarão de funcionar e todos deverão viver a lei do mais forte. Este é um cenário da terceira dimensão, que se assemelha um pouco a situação atual da Síria. As pessoas e organizações que vibram na quarta dimensão, e não pegarem em armas desaparecerão rapidamente. Poucos e pequenos grupos se manterão vivos, como pequenas brasas que restam no final de um incêndio. Suas atuações serão muito limitadas e viverão isoladas e escondidas, sem contato entre elas. Serão dias muito difíceis. Finalmente uma ordem internacional se estabelecerá organizando os mercados, eliminando o caos e estabelecendo um regime ditatorial onde a vida humana não terá nenhum valor. As piores ditaduras da atualidade serão democracias se comparadas a este futuro regime da humanidade. As forças trevosas dominarão todos os que ocupam cargos de poder e espalharam uma atmosfera de materialismo, sexo e brutalidade.

No cenário provável da quarta dimensão, 80% da população será dizimada por desastres naturais e doenças. Inicialmente haverá violência de pequenos grupos armados, que logo serão extintos, restando um ambiente de auxílio mútuo e fraternidade. Os dirigentes ficarão próximos dos seus comandados e se estabelecerá um sistema político novo onde todos serão ouvidos. O auxílio mútuo e desinteressado e o trabalho integrado logo restabelecerão ao mundo os avanços tecnológicos, só que com uma visão fraterna e social que antes não existia. Os novos avanços tecnológicos visarão o desenvolvimento do ser humano.

Como falei antes, é uma época de mudanças, estes cenários são prováveis, mas existem milhares de outros cenários entre estes dois, que são mais eminentes. Quando falo em eminentes refiro-me a um prazo entre 10 e 20 anos, ou talvez 5. Na nossa escala de tempo, isto é instantâneo, e 5 ou dez anos não fazem diferença. É como jogar uma pedra sem saber exatamente onde ela vai cair, Sabemos que vai cair agora e possivelmente aqui ou ali, mas não sabemos exatamente onde.

Este é um cenário de desdobramento das realidades. Dois cenários, mas ainda existe uma pequena possibilidade da quarta dimensão não se manifestar.

Depende de vocês, trabalhem e decidam para onde vão.

através de Pramashanti

 (No início do texto, abaixo do título, há uma opção para você deixar seu comentário, perguntas ou sugestões. Agradecemos sua participação.)

Televisão

televisao 0576474172027_n

Quando falamos sobre o aparelho de televisão, não nos referimos exatamente aos circuitos que ele contem,  embora em alguns casos também hajam circuitos especiais, feitos para atingi-los negativamente. São circuitos que aparentemente possuem uma função que combina com o propósito da televisão, mas que também atuam de outro modo.

O dano que as televisões causam podem ser de três formas. Em primeiro lugar pelo tipo de circuito que algumas podem possuir. Em segundo lugar pelo conteúdo explícito que procura destruir as bases morais e principalmente aumentar o desejo e o vício de todos por prazeres materiais. Se você assistir televisão por pouco tempo e possuir uma estrutura interna sólida será pouco afetado por estes apelos que visam aumentar os desejos e as paixões, aumentar as frustrações por não ter ou não ser, e levá-los numa busca desenfreada pela conquista destes prazeres.

A terceira influência é a mais danosa. Ela vem na forma de mensagens simbólicas intercaladas entre imagens normais, que lhe passa despercebido.  Os símbolos ativam formas pensamento, e a introdução de símbolos desta forma impressionam sua mente e lhe tornam receptivos a certas formas pensamento. São símbolos que aparecem em intervalos de tempo muito pequenos. Se você gravar o que passa na televisão, não vai captar estes símbolos porque passam entre os quadros de imagens. Não existe um quadro específico com aquele símbolo, ele é formado dinamicamente pela interação entre os quadros.

Os símbolos e as formas pensamento utilizadas tem o propósito de rebaixar sua frequência vibratória agindo sobre suas glândulas. Através delas, atuam sobre a química de seu corpo dificultando sua meditação e elevação vibratória. Diminuem seu poder de concentração impedindo que você busque a Luz.

A televisão foi a grande arma descoberta pelas forças trevosas para domesticar e subjugar a população do planeta Terra. Desde que esta tecnologia se massificou, as massas do planeta começaram a ser domesticadas. O movimento Hippie foi o último grande suspiro da humanidade na tentativa de alcançar a Luz. Desde esta época, os poucos movimentos populares que surgiram no planeta foram apenas manipulações de massas.

Nos dias atuais em que praticamente todos passam horas na frente de uma televisão. Somente uns poucos conseguem romper este padrão vibratório imposto e diferenciarem-se na multidão. Seria importante que os poucos que conseguem ter consciência desta situação fizessem uma campanha contra a televisão.  Mas a televisão está tão arraigada na cultura de vocês que qualquer campanha neste sentido pareceria ridícula.

Restam poucas saídas, parece que a única coisa viável é o convencimento boca-a-boca, um movimento lento, procurando convencer um de cada vez, como vem sendo feito.

Mas agora não basta convencer mais um sobre a situação atual do mundo, é preciso tornar este um em um novo polo disseminador. Não adianta você convencer outras pessoas, você precisa convencer outras pessoas de que elas além de acreditar, precisam ser atuantes e convencer outras pessoas a também serem atuantes.

Cada nova pessoa desta rede precisa ser um novo polo disseminador. Vocês precisam aumentar rapidamente o número de pessoas conscientes, para guiar seu planeta para a nova dimensão.

Podem utilizar a internet para isto, mas não tenham este veículo como o principal de seu movimento. Não dependam dele e não confiem nele, pois ele está serviço daqueles que vão combater o seu movimento.

Vocês são um bando de ovelhas em direção ao matadouro, não espere que aconteça alguma coisa para se mexerem, não vai acontecer nada se vocês ficarem esperando.

Não espere que alguém lhe conte que um movimento destes está acontecendo para se engajar nele. Alguns movimentos deste tipo já acontecem, mas todos são encobertos pelas forças trevosas. Dificilmente você vai ter notícia de algum, por isso comece o seu.

Tudo isso parece muito louco não acha ?

O que no mundo de hoje não parece louco ?

As mudanças ocorrem de uma hora para outra. Governos caem e nações prósperas viram um campo de batalha com enormes cemitérios de mulheres e crianças a céu aberto. Você não está vendo isto ?

Qualquer país pode deixar de existir e tornar-se um cemitério, em poucos meses. Você não tem idéias de quantos países hoje já estão nesta situação. A imprensa simplesmente não divulga isto.

Seu mundo está em transição, seu modo de vida confortável acabou e você não se deu conta. Pode ainda não ter acontecido com você, mas olhe para o lado, para outros países e não pense que você e seu país estão imunes.

Não somos porta-vozes do apocalipse, mas apenas olhe em volta e mexa-se !

através de Prama Shanti
(sobre a autoria …)

Assuntos de interesse:

O SISTEMA NERVOSO HUMANO PODE SER MANIPULADO ATRAVÉS DOS CAMPOS ELECTROMAGNÉTICOS DOS TELEVISORES/MONITORES

Patente registrada US 6506148 B2: Nervous system manipulation by electromagnetic fields from monitors

Participe de nossos workshops, 
acelere a sua transformação de consciência,
seja mais Feliz e faça a diferença no mundo !

Para ver informações e depoimentos sobre nossos workshops,
clique nos links abaixo:

Prama Shanti: atendimento em São Paulo:

  • consultoria e aconselhamento;
  • atendimentos individuais com técnicas energéticas:
  • coerência cardíaca, respiração, meditação budista tradicional,
  • Tri-EB (reprocessamento da informação por estímulos bilaterais),
  • Reiki, imã-toque, cura prânica, cura quântica,
  • “Respiração dos 7 Chacras”,
  • alinhamento e energização dos chacras.

Agende uma palestra gratuita em sua instituição.
Informações: pramashanti@gmail.com.