Chacras I – a origem

circlesofawakening-672x345.jpg

éter – Poesia da Criação

O Todo, o grande éter que a tudo envolve, é na verdade uma grande sopa de energia, uma massa viva, consciente, onisciente e onipresente. Um grande Mar de vida em permanente movimento, com ondulações, rios, e em eterno movimento.

Neste eterno movimento criam-se pequenos redemoinhos, vórtices de energia que produzem gradientes dimensionais e geram individualidades, novos seres e novas consciências. É o chacra primordial, ancoragem de uma nova consciência. Sim, o chacra é um vórtice de energia que ancora a consciência.

Em verdade há apenas um chacra para cada ser vivo, mas para sua compreensão podemos enxergar como se houvesse um chacra diferente para cada dimensão do Universo.

Então, neste Universo de doze dimensões vocês podem pensar em doze chacras, que são as ancoragens da consciência em cada dimensão, em cada aspecto dimensional.

Como falamos antes existem várias classes de seres, e conforme a classe, este irá transitar por determinadas dimensões do Universo, seu corpo irá incluir mais ou menos dimensões. Na visão de vocês, isto poder ser visto como a quantidade de chacras que o corpo terá.

O ser humano transita em sete das doze dimensões do Universo. Para cada uma destas vocês descrevem um chacra, que podem representar também a evolução de sua consciência.

À medida que evolui, sua consciência passa a conhecer e dominar cada vez mais dimensões. Vocês iniciam como animais, na terceira dimensão, sem noção de tempo e vivendo apenas o agora. Quando se tornam homens, descobrem o tempo (a quarta dimensão) e passam a viver exclusivamente em função dele, ficam obsecados pelo tempo. A ansiedade pelo amanhã domina suas mentes. Esta ansiedade gera o egoísmo e todos os males que vocês têm atualmente. O medo pelo amanhã gera a necessidade de posse e surgem as trocas, onde não se dá nada sem receber algo em contrapartida.

No seu estágio atual de desenvolvimento, irão transmutar este conceito de tempo vulgar e passarão a domina-lo, ingressando na consciência da quinta dimensão. Esta ansiedade pelo amanhã vai desaparecer e dar lugar a verdadeira fraternidade, ao fim das trocas egoístas. A acumulação de riquezas e o dinheiro irão desaparecer dando lugar a uma nova sociedade.

Fique um dia no campo ou em uma praça, observando como se forma um pequeno ciclone de vento, um redemoinho. Ele parece surgir do nada, dá as suas voltas e depois desaparece. Ele nasce do Todo e ao Todo retorna. É de uma beleza extraordinária, e traz dentro de si vários segredos da criação. Os físicos irão explicar o fenômeno com correntes ascendentes e descendentes de vento em temperaturas diferentes, diferenças de pressão atmosférica, mas isto não muda a questão. Em pequena escala vocês podem assistir com seria a vida de uma nova consciência, que no caso de vocês leva alguns milhões dos seus anos.

Entendam que cada um de vocês continua sendo uma parte da grande consciência em uma pequena aventura de conhecimento. Que vocês todos são Um e que ao mesmo tempo são o Todo, são Deuses.

através de Prama Shanti
(sobre a autoria …)

Participe de nossos workshops, 
acelere a sua transformação de consciência,
seja mais Feliz e faça a diferença no mundo !

Prama Shanti: atendimento em São Paulo:

  • consultoria e aconselhamento;
  • atendimentos individuais com técnicas energéticas:
  • coerência cardíaca, respiração, meditação budista tradicional,
  • Tri-EB (reprocessamento da informação por estímulos bilaterais),
  • Reiki, imã-toque, cura prânica, cura quântica,
  • “Respiração dos 7 Chacras”,
  • alinhamento e energização dos chacras.

Agende uma palestra gratuita em sua instituição.
Informações: pramashanti@gmail.com. 

Anúncios

7 opiniões sobre “Chacras I – a origem”

  1. Excelente explanação. Um ciclone surge do nada, passado um tempo retorna ao nada. Uma vida, um movimento surge do nada, logo em seguida retorna ao nada. Acho que entendi; VIDA uma manifestação do todo, com possibilidades de um grande crescimento espiritual através do conhecimento, da descoberta de que já somos o que tanto almejamos SER. O ciclone não surge sem motivo, assim é a VIDA.
    Bira Dias.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s