Teias de Realidades

10672316_1531000200446618_6192360440496222438_n

Nossa realidade é o mundo que cada um de nós constrói a cada instante, ela muda a cada momento, de acordo com nossos pensamentos e decisões, dependendo do modo como encaramos o mundo.

Quando encontramos e interagimos com outra pessoa nossa realidade interage, se cruza com a realidade do outro.

Cada um de nós possui várias realidades, e novas realidades vão surgindo a cada instante. Nossas ações ancoram nossa consciência em uma ou outra realidade a cada momento.

Na quarta dimensão ficamos a deriva de uma destas realidades e com nosso pensamento conseguimos migrar lentamente para realidades paralelas.

Na sexta dimensão teremos consciência simultânea de todas as nossas realidades, vamos experimentar o conceito de consciência múltipla. Nosso Ser tem esta capacidade, podemos como Semideuses ser oniscientes e ter consciência de várias experiências simultâneas.

Na quinta dimensão teremos consciência apenas da existência delas, mas não vamos vivenciá-las simultaneamente, seremos apenas expectadores das outras linhas de realidade. O motivo é nos ensinar a relatividade de tudo. Poderemos olhar a frente e ver nossas múltiplas realidades cruzando-se com as realidades dos outros. Também poderemos ver as bifurcações de nossa realidade e suas consequências. Enxergaremos as nuvens de possibilidades realísticas de cada futuro. Poderemos medir nossos atos vendo a frente, as consequências de cada decisão. Isto vai exigir de nós uma sabedoria maior para tomada de decisões. Seremos puxados para isto, para que tenhamos mais consciência de nossos atos. A cada momento, a cada contato, a cada novo evento, vai ser descortinado a nossa frente uma miríade de cenários. Estaremos vendo na hora a consequência da nossa decisão, o caminho que escolhemos.

É claro que ainda teremos vários níveis de consciência entre as pessoas, como nos dias de hoje. Dependendo do nível de consciência de cada um, este conseguirá enxergar mais ou menos a sua frente.  Estaremos ainda navegando em uma de nossas realidades, mas poderemos ver as novas realidades que surgem a cada instante e poderemos escolher para qual delas nós vamos.

Teremos capacidade de ter consciência de nuvens probabilísticas de fatos, cada fato não será um fato isolado, mas um conjunto de situações parecidas, que englobarão várias realidades vizinhas. Outro ensinamento que esta nova dimensão nos trará, será este conceito de que as coisas não são estanques e distintas (digitais), não existe o 1, o 2, o 3, …, mas infinitas possibilidades entre o 1 e o 2, entre o 2 e o 3, …

Não estamos pulando da quarta para a quinta dimensão, estamos migrando gradativamente entre elas. Aaos poucos as cortinas vão se abrindo e novas luzes vão entrando. Não possuímos apenas 7 corpos, possuímos infinitos corpos, na verdade uma nuvem de corpos. Não existe apenas a nossa consciência e a consciência coletiva, existem infinitos níveis de consciência, e todos estão ligados em vários níveis. Existem várias consciências grupais, a da sua família, do seu grupo de trabalho, dos seus amigos em cada atividade, da sua cidade, país, das suas preferências, de seu planeta, da humanidade, etc., e o caminho entre elas também não é discreto, não pulamos de uma para outra, vamos gradativamente andando entre elas. De sua consciência pessoal e individual para a consciência de um grupo, existem infinitos níveis intermediários. Na natureza tudo flui graciosamente, lentamente e suavemente de uma coisa para outra, não vai aos pulos.

Estes números 1, 2, 3, …, só existem na nossa visão materialista e limitada, que é causada pelo nosso desejo de posse. Queremos possuir um carro, dois carros,….  Se não tivéssemos a posse de nenhum e compartilhássemos todos os carros que existissem, quantos teríamos ?

Este é o primeiro passo para nossa mudança de paradigma, para começarmos a entender que os números não existem realmente. São apenas figuras da terceira dimensão, que ainda trazemos conosco.

Precisamos abandonar estes conceitos. Os números nos levam ao individualismo, ao materialismo. O dinheiro vai deixar de existir na quinta dimensão, porque é o pai dos números, o gerador infinito de mais números. Pare de pensar quantitativamente e comece a pensar qualitativamente.  Aprenda a viajar dentro de você, deixe-se fluir entre os planos, torne-se uma pequena nuvem dentro de outras maiores, sinta a sua essência, você não é UM, você é um conjunto infinito de pequenas nuvens que estão em vários lugares, você é um ser altamente complexo, mas você só enxerga e só consegue ter consciência da pontinha do seu dedo, isto porque você procura sempre se olhar e se admirar.

Pare de olhar e comece a sentir, para de querer se admirar e procure a humildade. A vaidade quantifica as coisas, leva você para os números. A humildade destrói as quantidades, leva você para o difuso, aproxima você da quinta dimensão. O poder e a posse são limitantes em número. A humildade e a fraternidade são infinitas e difusas, são muito maiores porque são incontáveis.

O ser humano ainda procura contar as coisas, por isso não consegue entender o conceito de infinito. Não existe infinito neste paradigma numérico onde se procura contar cada coisa. O infinito esta dentro de nós, é incontável, incomensurável, porque não tem nada a ver com números. Tem a ver com a nossa consciência primária, com a realidade do universo, onde não existem números, apenas nuvens.

Imagine uma matemática de nuvens em vez de números ? Difícil ?  Tão difícil quanto comparar esta comunicação falada e limitada com a comunicação telepática, onde você transmite seu sentimento, transmite uma nuvem de ideias. Vamos chegar lá, você vai se acostumar com estes conceitos abstratos onde nada é numérico.

E o infinito ? É difícil entende-lo apenas quando queremos contá-lo e medi-lo. Quantos quilômetros ele tem ? Ele tem a dimensão da nossa consciência, é quântico e nós somos deuses. Quanto chegarmos à sua borda nossa consciência vai olhar e expandi-lo para mais além, para onde quisermos que nossa consciência o alcance. Nós estamos sempre criando tudo a nossa volta, criamos uma nova realidade a cada nanosegundo.

Se tudo tivesse começado, iniciaria como um pequeno ponto, sem tempo e sem espaço, na menor dimensão possível depois do nada, que para os numéricos seria a dimensão UM. No instante seguinte já teríamos a dimensão 2, a 3 e a dimensão 4. Pequenas linhas de realidade começariam a emanar do ponto inicial e a medida que se afastassem do centro iriam se bifurcando para ocupar o vazio e criando novas realidades. Então você teria uma bola aumentando seu tamanho constantemente a cada tempo e tendo cada vez mais realidades. Isto em quatro dimensões. Para quem conta são doze dimensões – tente imaginar. Agora imagine que não são doze, que entre cada duas dimensões há uma nuvem de dimensões intermediárias. Quando você for Deus vai entender tudo direitinho.

Voltando para você e deixando Deus onde ele está.
Você sabe o que você quer, onde quer chegar ?
Você quer ter ou quer ser ?
Ter leva ao QUANTOS. Ser leva ao QUE.
Ter é quantidade, Ser é qualidade.
Comece pensando assim. Se você quer quantidade, vá ler outra coisa. Se você quer qualidade, continue conosco, queremos que você SEJA, que expanda o seu SER sem TER.

É difícil esquecer os números, pensamos neles desde que nascemos, até em quantos anos nós temos. Números não interessam. Precisamos acreditar que podemos esquecer os números, que podemos viver sem eles. Comece a policiar sua mente, seus pensamentos, afaste os números, pense neles cada vez menos. Sabemos que no contexto em que você está, será cobrado por números, mas você pode deixar para pensar neles apenas quando for cobrado. Sim, mas você vai pensar: vou ter os números ? Vou ter o dinheiro para pagar ? Terei cumprido a meta ?

Aí inicia a sua mudança, acredite ! Lembre que a nuvem é infinita, é muito maior que qualquer número, pois contém todos eles e mais um universo inteiro dentro dela. Pense em nuvens e você terá os números que precisar. Veja alguns conceitos de nuvem: telepatia, humildade, fraternidade…

Telepatia: você já tentou convencer outra pessoa de quanto a ama ?  Em palavras é muito difícil, você precisa também mostrar isto por ações e leva muito tempo. Com a telepatia você transmite todo o amor que sente, ele se infunde dentro do seu amado ocupa instantaneamente toda a mente dele como um perfume exalando em uma sala, e instantaneamente você recebe o retorno, que vai ser de amor ou compaixão, e vai se expandir dentro de você. Suas consciências vão se tocar, formar uma nova consciência única e naquele momento vocês terão uma só consciência para compartilhar, serão únicos e será um momento único no Universo, somente de vocês. Você nunca mais vai esquecer esta experiência maravilhosa. E vocês podem continuar juntos por muito tempo e esta experiência  pode se repetir inúmeras vezes, mas ela será única, maravilhosa e inesquecível cada vez que se repetir.

Unindo suas consciências deste modo vocês terão experiências que deixam o êxtase físico parecer um nada e poderão com o tempo criar bolhas de dimensões superiores, ascendendo num verdadeiro êxtase dimensional. Isto porque o amor verdadeiro é a maior força do Universo, é a verdadeira força criativa.

Note como é difícil, mesmo chegando aqui, tendo esta união maravilhosa de consciências, nosso sentimento de posse ainda nos persegue. Quando somos dois, queremos possuir o outro e a posse leva a limitação do tempo queremos possuir por muito tempo. São as amarras de nossa origem tridimensional. Se esquecermos o tempo, ele será infinito.

Temos um grande caminho a percorrer até sermos Deuses. Mas é um caminho maravilhoso, repleto de aprendizados e sensações inesquecíveis. Comece pelo início, com um amor verdadeiro, que se for verdadeiro será desapegado, você terá confiança e a confiança leva ao desapego. E o desapego leva a Paz e a Tranquilidade. A Paz vai lhes permitir a telepatia e a unificação das consciências.

O outro conceito, a humildade. O seu oposto, a vaidade faz com que você esteja sempre observando os outros para ver se está sendo admirado, tira o foco do seu eu. É uma contradição, porque os outros passam a ser mais importantes que você. A vaidade significa que você precisa dos outros em um número cada vez maior. Você vai viver para tentar ser famoso, ter cada vez uma quantidade maior de admiradores. Vai viver para os outros e pelo NÚMERO de admiradores. Já a Humildade vai permitir que você tenha o foco em você, não precisa contar nada, é apensa você o seu EU, vai ter Paz, sua consciência vai se expandir em nuvem, incontável … infinita.

E a fraternidade ?   Com ela você não vai contar os amigos, todos serão seus amigos, não há números, você nunca vai perder amigos, não estará querendo fazer amigos e esperando a amizade de volta, não vai querer receber e vai ter muito mais. Terá todos e sempre. Lembre que a verdadeira amizade não é bidirecional. Você e outra pessoa não são amigos, você pode ser amigo dele e ele pode ser seu amigo. Você pode ser amigo dele e ele pode não ser seu amigo.  Não espere retorno, seja amigo de todos e não espere recompensas, esta é a fraternidade, esta é a maior riqueza. Não tem quantidade, não tem números, é infinita !

Prama Shanti
(sobre a autoria …)


* Participe de nossos workshops, 
   acelere a sua transformação de consciência,
   seja mais Feliz e faça a diferença no mundo !

Prama Shanti: atendimento em São Paulo:

  • consultoria e aconselhamento;
  • atendimentos individuais com técnicas energéticas:
  • coerência cardíaca, respiração, meditação budista tradicional,
  • Tri-EB (reprocessamento da informação por estímulos bilaterais),
  • Reiki, imã-toque, cura prânica, cura quântica,
  • “Respiração dos 7 Chacras”,
  • alinhamento e energização dos chacras.

Agende uma palestra gratuita em sua instituição.
Informações: pramashanti@gmail.com. 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s