A Abertura da Visão Espiritual

Ver espiritualmente não significa ser melhor, o dom da visão espiritual pertence ao nosso ser mais interior, e é adquirido no percurso de várias encarnações. Nosso Eu maior pode ter adquirido este dom e eventualmente ele pode não se manifestar em nossa vida corrente.

Em cada encarnação que fazemos vivenciamos novas experiências, e em algumas delas pode haver um aparente retrocesso. Podemos em uma determinada encarnação deixar aflorar sentimentos negativos que ficaram retraídos em encarnações passadas. Em uma vida podemos ser uma pessoa dócil e amiga, e na vida seguinte podemos ser um tirano insano. Isto não significa retrocesso, mas apenas que estamos vivenciando aspectos ainda não aprendidos. Para aprender uma lição precisamos vivenciá-la. Não podemos ser bonzinhos sem ter sido maus em uma determinada fase. Cada sentimento precisa ser vivenciado e transmutado. Assim, eventuais sentimentos negativos ainda não vivenciados podem aflorar em uma encarnação futura. Assim aos olhos dos outros, como personalidade encarnada, estaremos sendo uma pessoa ruim. E ao mesmo tempo poderemos estar utilizando um dom como a visão espiritual, que foi adquirido ao longo das encarnações.

Devemos dissociar as habilidades espirituais do conceito de bondade. Nossa alma pode ser muito evoluída, mas eventualmente poderemos estar passando por uma encarnação onde nosso comportamento não é o melhor.

Os dons espirituais são como todos os outros dons físicos, um bom atleta, um gênio ou um grande artista não são necessariamente boas pessoas. E como sempre, um dom pode ser utilizado para o bem ou para o mal.

Ter a visão espiritual, enxergar as energias mais sutis, almas desencarnadas que estão ao nosso lado, geralmente não é uma coisa agradável. Grande parte destes seres não possuem aparência agradável, e a maioria dos que estão por aqui não são amistosos. Os espíritos de luz que ficam neste plano estão sempre em minoria, e quando estão aqui, estão para cumprir determinadas missões, que geralmente não incluem a sociabilidade. Precisam ser eficientes e cumprir o seu papel, sem ficar conversando com aqueles que os enxergam.

Assim, adquirir esta visão, desenvolvê-la e passar a conviver com esta outra realidade requer um preparo e é um grande aprendizado.  É importante ter o domínio deste dom para poder ligá-lo e desligá-lo quando necessário. Permanecer sempre visualizando este outro mundo não é uma coisa agradável.

através de Pramashanti

(No início do texto, abaixo do título, há uma opção para você deixar seu comentário, perguntas ou sugestões. Agradecemos sua participação.)

Anúncios

11 opiniões sobre “A Abertura da Visão Espiritual”

    1. Olá Simone !

      Existem alguns cursos com técnicas de visualização para treinar a visão a perceber a aura humana, o que não é exatamente um dom ou sentido espiritual, mas uma sensibilidade a outras frequências mais sutis.

      O desenvolvimento dos sentidos espirituais passa por uma alteração de consciência (despertar da kundalini, reconexão e outros processos), que poderá fazer com que eles se manifestem.

      Não acredite em nenhum curso que prometa diretamente o desenvolvimento de um sentido espiritual.

      Namastê !

      Curtir

  1. ANOS ATRÁS…EU CONSEGUIA FAZER A VIAGEM ASTRAL…MESMO NÃO TENDO NEM UM CONHECIMENTO DO FENÔMENO….HOJE MAIS INFORMADA….TODAS AS MINHAS TENTATIVAS SÃO INÚTEIS…UFA….O QUE FAZER?…NAMASTE…SOU GRATA…ELIANE CPS-SP

    Curtir

    1. Boa tarde Eliane !
      É comum que ao adquirirmos mais conhecimentos sobre um dom natural, este desapareça momentaneamente.
      Isto ocorre porque ao termos mais conhecimento do fenômeno, nossa mente racional passa a atuar mais ativamente. E é exatamente esta mente racional que faz o bloqueio.
      Para voltar a utilizar este dom, você precisa afastar sua mente racional, eliminar os pensamentos. Isto é feito através da meditação.
      Este é um processo natural, você voltará a utilizar este dom, mas agora com uma compreensão e poder maiores. Basta controlar seus pensamentos.
      Espero ter auxiliado.
      Namastê !

      Curtir

  2. Já tive algumas experiências, um pouco “desagradável” e outras assustadoras, acredito que por ter a “visão aguçada”, as x tento mostrar p/ alguém próximo mas não consigo fazer com que a pessoa compreenda….Penso que estou ficando louco, que não pode ser verdade….Mas realmente a coisa é sinistra.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Descobri á pouco mais de um ano que tenho mediunidade de incorporação. Comecei por utilazar esse dom em centro espirita para trabalhos de desobesseção mas não me identifiquei com esse trabalho.. de momento não estou a utilizar , mas gostaria de poder ajudar de alguma maneira ,uma vez que tenho essa faculdade .. Será que poderia me dar algumas ideias .. muito grata

    Curtido por 1 pessoa

    1. Bom dia Albertina !
      Todos nos possuímos mediunidade, precisamos apenas desenvolve-la, e também podemos utilizá-la de várias formas diferentes. O fato de teres manifestado primeiro o dom da incorporação não significa que precises trabalhar apenas com ele.
      Você já possui o mais importante, que é a certeza de sua mediunidade.
      Procure explorá-la de formas diferentes, dê mais atenção a sua intuição, escute o seu coração, o seu Eu interior pois ele é o seu guia. Permita que seu ser divino se manifeste por inteiro, deixe fluir.
      Me parece importante que procures psicografar. Reserve uma hora certa do dia para se colocar a disposição e escrever o que vier a sua cabeça. Seja pontual no horário e faça isto por pelo menos 21 dias. Você terá um belo resultado.
      Namastê !

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s