Nossas Armaduras

tumblr_mact8opuhu1rao7sno1_400.png

Somos seres emocionais, mais do que racionais.

Por mais que possamos pensar antes de tomar uma decisão, nossas ações são sempre guiadas pelas emoções. Mesmo que acreditemos estar fazendo a coisa certa, não agimos contra nossas emoções. Executar uma ação contra os nossos sentimentos nos traz um custo muito elevado.

A emoção nos leva a agir, toda nossa vida resume-se na busca do conforto emocional. Vivemos na busca da satisfação emocional.

A palavra emoção provém do Latim emotione: “movimento, comoção, ato de mover”.  No inglês, e-motion:  “e-movimento”. Em todos os mamíferos, as emoções são processadas pela mesma área do cérebro que processa também os movimentos.

O psicólogo dinamarquês Carl Lange chega a afirmar que as experiências emocionais são devidas principalmente a experiências de alterações corporais.

Podemos nos expressar melhor pelos movimentos do que pela fala, e com um pouco de conhecimento podemos observar os gestos de uma pessoa e saber se o que ela fala é verdade, e quais sentimentos ela tem com relação ao assunto.

Assim, nossas emoções estão intimamente ligadas ao movimento de nossos músculos, e estes à energia que circula em nosso organismo.

Wilhelm Reich descobriu a relação entre músculos tensos e controle emocional quando trabalhava com Freud. Observou que pacientes com neuroses apresentavam contrações em seus corpos. Passou a tocar os pacientes no divã e a utilizar métodos de respiração para fazer circular as energias e trazer as emoções à tona.

A energia precisa fluir através de nosso corpo para que a emoção se expresse completamente.

Reich descobriu que há sete segmentos ou grupos de músculos que rodeiam nosso corpo como anéis, semelhantes aos anéis de um verme. O movimento destes músculos faz a energia fluir.

Cada segmento muscular está associado a uma área de emoção, e quando somos reprimidos estes músculos são contraídos e acumulam a energia não liberada. Por exemplo, se formos impedidos de falar, o grupo de músculos de nossa garganta (3º segmento) é contraído e impede nossa expressão vocal. Esta tensão endurecerá, tornar-se-á crônica e fará parte de nossa musculatura. Assim vamos construindo nossa armadura !

É claro que nem todas as tensões são armaduras, algumas estão relacionadas a fatores mecânicos, mas a retroalimentação destas sobre o sistema emocional é uma possibilidade.

Em um organismo normal os sete segmentos movimentam-se fazendo a energia fluir. Quando há um bloqueio da armadura, grande parte da energia é bloqueada e refletida criando um contra-fluxo. É como se segurássemos uma cobra pelo meio, no ponto do bloqueio. As duas pontas movimentam-se, mas no lugar do bloqueio ela fica imóvel.

As técnicas de respiração e circulação da kundalini dissolvem estes bloqueios e removem a armadura, criando pessoas melhores que se expressam com liberdade e sem medos.

Prama shanti

Prama Shanti: atendimento em São Paulo:

  • consultoria e aconselhamento;
  • atendimentos individuais com técnicas energéticas:
  • coerência cardíaca, respiração,
  • Tri-EB (reprocessamento da informação por estímulos bilaterais),
  • reiki, imã-toque, cura prânica, cura quântica.

Agende uma palestra gratuita em sua instituição.
Informações: pramashanti@gmail.com. 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s