A criação da bolha Apométrica

2-500

Estando todos harmonizados, devemos invocar o auxilio do centro astral que fará atracar seu canal de conexão. Os terapeutas deverão plasmar um campo magnético para ancoragem do canal de conexão. Todos deverão enxergar a bolha e revesti-la com materiais transparentes e brilhantes, uma mucosa orgânica transparente de grande espessura, flexível, maleável e autoregenerativa, que permitirá que o paciente a atravesse, fechando-se durante a passagem. Nesta dimensão dois corpos ocupam o mesmo lugar no seu espaço 3D. O paciente poderá entrar e sair sem danificar a bolha. A bolha será criada após a chegada do canal de conexão, será criada conectada ao canal, será uma extensão dele, magnetizada e revestida com esta mucosa orgânica. Esta mucosa orgânica será uma forma pensamento inteligente criada pelas egrégoras e pelas mentes encarnadas. Será desconectada pelas mentes encarnadas após autorização do centro astral. Sendo inteligente, a bolha poderá interagir com o tratamento sugando e aprisionando as energias circundantes do paciente. O conjunto canal e bolha formarão um meio seguro de encaminhamento das energias a tratamento astral.

Também facilitarão a vinda de especialistas ao tratamento. Muitas operações que se façam necessárias poderão agora ser feitas diretamente no local do tratamento, sem necessidade de encaminhamento. Isto também permitirá que o paciente seja atendido diretamente pelo centro astral, quando necessário.

Faremos operações mais rápidas e abrangentes, poderemos tratar mais corpos dimensionais.

No meu caminho descobri que o espírito humano necessita agora um auxilio mais constante, nesta transição dimensional, muitas membranas dimensionais ficam fragilizadas, muitos parasitas estelares coneguem acesso ao planeta. A Terra em mutação está indefesa contra ataques de larvas e parasitas estelares e estes tentam alojar-se nas mentes da terra, tentam contamina-la. A criação destas bolhas impulsionará a migração dimensional e servirá como escudos de proteção. Não podemos envolver toda a terra numa bolha, mas sendo inteligentes estas bolhas ficarão circundando a terra após serem usadas e criarão uma rede de atração e aprisionamento de parasitas. Serão como anticorpos siderais. Após serem criadas e participar dos tratamentos, as bolhas terão o aprendizado necessário para orbitar a terra e protegê-la.

O mesmo tratamento que aplicaremos nos humanos será depois realizado de forma automática pelas bolhas, ao redor da terra. Como vigilantes permanentes do nosso sistema terra-animais elas poderão diminuir a infestação que se abate sobre os humanos. Não podemos tratar apometricamente toda a humanidade, mas com as bolhas dimensionais teremos tratamentos mais rápidos e estaremos criando mecanismos de defesa para o nosso planeta.

O fim do tratamento precisa ser autorizado pelo centro astral, para que este retire cuidadosamente a bolha criada trate-a adequadamente e a coloque em órbita da terra.

Cada bolha terá uma mente própria e cada uma terá sua personalidade. Estaremos criando uma nova classe de organismos que irão atuar em nossa defesa. Esta é uma tecnologia da sexta dimensão que recebemos autorização para criar, pelas exigências que se fazem no momento atual da Terra.

Precisamos estabelecer novos rituais apométricos, novos procedimentos para o coordenador e passivos. Não é mais necessário enquadrar, pois todos estão contidos pela bolha. A bolha absorverá a inteligência necessária ao tratamento e utilizará esta inteligência posteriormente em suas missões ao redor da terra.

Não se encaminha mais, apenas se pede que os emissários astrais levem as entidades. Os médicos astrais estarão ao lado dos encarnados trabalhando em conjunto, apenas passe a energia ao médico astral para que a leve.

O paciente nunca deve sair de dentro da bolha durante o tratamento.

A equipe terapeuta não deve sair de dentro da bolha.

Se sair, não retorne.

A bolha é formada pela sintonia das mentes da equipe terapeuta e dos terapeutas astrais. Qualquer mente que saia de dentro da bolha, perde a sintonia e não deve retornar. A bolha é uma criação inteligente destas mentes, é um organismo vivo. Nenhuma inteligência que saia de dentro da bolha pode retornar. Toda inteligência que entra é tratada. Esta é a programação do bolha, tratar tudo que entra. Na sua criação e estando em ambiente mais denso, ficará sob o comando do coordenador encarnado e astral. Quando estiver sozinha, depois na órbita da terra. Atrairá pelo seu magnetismo todos os parasitas em um determinado raio de ação. Envolverá os parasitas no seu interior e os tratará replicando o que aprendeu.

Os centros astrais estão preparados para criar esta tecnologia, faltando apenas a criação das membranas magnéticas aqui na terra.

através de Prama Shanti

Anúncios

Apometria, níveis e intrusos

1ds400

O trabalho apométrico requer um comportamento especial. Precisamos todos estar receptivos às influências do assistido e dos amparadores. Normalmente são frequências diferentes, por isto os papéis de médium e coordenador. O médium deve sintonizar com a frequência do assistido e o coordenador com a freqüência dos amparadores. Deve-se evitar misturar frequências. O coordenador não deve se ligar ao assistido sob pena de ser manipulado por este e seus acompanhantes. Os médiuns devem confiar na atuação do coordenador e não se ligar aos amparadores. Devem sintonizar-se exclusivamente no assistido. Ao final de cada atendimento o coordenador deve cortar a ligação dos médiuns com o assistido. Este corte deve ser explicito. Não basta apenas fazer uma limpeza, é importante utilizar instrumentos para proceder ao corte. Ao efetuar o corte, não se deve estimular a sintonia dos médiuns com os amparadores, eles devem continuar passivos, deve-se apenas solicitar que sejam amparados e protegidos pelos amparadores.

O tratamento com níveis deve ser completo, invocando-se todas as fichas e arquivos, níveis e sub-níveis e tratando-os em conjunto. Mas este tratamento é inócuo se for um intruso.

É importante determinar bem a origem da manifestação. Se houver intruso acompanhando o nível, determinar que se manifeste, afastar e congelar o nível.

Os intrusos podem ser de várias origens, é importante determinar se estão em forma humana, se estão sendo amparados por falanges, e se estão armados e equipados.

Precisam ser preliminarmente separados de seus apoiadores, cortando sua ligação com outras entidades e falanges, depois serem destituídos de seus apetrechos, para só aí cortarmos sua ligação com o assistido.

Após este isolamento, devemos envolvê-lo em recipientes próprios. Haverá um específico para cada situação: bolhas, pirâmides, espirais, e outros.  Estando sozinho, sem apetrechos e envolvido no material que escolhermos, poderemos tratá-lo apropriadamente restaurando as condições necessárias para o seu afastamento definitivo do assistido e seu encaminhamento em direção a assistência necessária.

Cortada sua ligação com o assistido e feito seu encaminhamento, poderemos em determinados casos revestir o assistido com camadas isolantes específicas, blindando-o contra um regresso de energias semelhantes.

Existe hoje tecnologia que nos permite pegar a assinatura energética do intruso e criar uma camada que atua como vacina contra aquele tipo de energia.

Também é necessário reparar o envoltório energético do assistido, pois o corte da ligação com o intruso pode danificar a envoltura energética deixando falhas em sua estrutura. O corte pode arrancar uma parte da estrutura energética do assistido. Esta estrutura precisa ser reparada e após isto podemos envolvê-la com a camada repelente necessária.

através de Prama Shanti

Desconectados

3 (5) 200

Vocês continuam desconectados de tudo. Usam um calendário desconectado da natureza e dos ciclos cósmicos e planetários. Nunca sabem em que tempo estão. Abandonaram a natureza, não colocam os pés no chão, não sabem mais o que é tocar um ser vegetal, sentir sua essência, sentir a grama em seus pés, sentir Gaia lhes tocando.

Também se esqueceram de vocês mesmos, não olham mais para dentro, continuam sempre olhando para fora na ânsia de possuir. É o ter em vez do ser. Ficaram vazios e sem sentimentos. Querem apenas ter e serem bajulados. Sua vaidade os achata no chão da terceira dimensão.

Depois reclamam da brutalidade do mundo de vocês. Esta brutalidade vai continuar enquanto vocês não acordarem. Olham um crime à sua frente e acham que não tem nada a ver com vocês.

O criminoso que vocês olham e condenam, assim como você é uma manifestação divina. Vocês dois são os dedos da mão do Criador. E você não se sente responsável por nada, quer apenas ter e ser bajulado. Está cego. Até quando ?

Você e o criminoso são a mesma pessoa, o observador e o observado são um só !

Mas você se separou da natureza, se separou do Universo e se separou de você mesmo. Onde você está ? Quem é você ? Você não está em lugar nenhum e também não é nada. Você morreu e não se deu conta. Você parou de sentir, nunca mais se olhou, é um desconhecido de você mesmo.

Perdeu a sua identidade e o seu Ser. Vive apenas fazendo o que lhe mandam e achando que é bom. Você foi programado para ser e se sentir assim. É um boi seguindo a boiada. Está na hora de você acordar, olhar para o lado, olhar para cima e principalmente olhar para dentro de você.

No início não vai ser fácil, porque sua mente racional está programada para fazer de você um robô. Ela vai lutar para manter o controle sobre você. Vai sabotar todas as suas ações de libertação, vai agendar outros compromissos na mesma hora, vai lhe dar dor de barriga, cansaço, vai lhe tentar convencer que tudo isto é bobagem e que você é muito feliz assim.

Mas pare um pouco e sinta-se. Você está realmente feliz ? Poderia encerrar sua vida hoje e dar-se por satisfeito ? Ou faltaria dizer coisas a outra pessoa e satisfazer aquele sonho ?

Pois é, você vive pelo futuro. Tudo vai ser ótimo um dia …

Você não conhece nem domina o seu presente e quer dominar o futuro. E acha que pode !

Você não deve ter sentido, mas os tempos estão mudando. São outros. A cada dia acontecem coisas antes impensáveis.

Está na hora de parar e rever conceitos. Esquecer o passado que não lhe traz felicidade. Parar de viver por um futuro que você não sabe se vai ter. E ser feliz agora, ser você mesmo agora, olhar para dentro, se reconhecer. Olhar as pessoas como parte de você e lhes dizer tudo que ainda não disse.

Acordar e ter a certeza que fez tudo que precisava realmente fazer por você no dia de hoje.

Está na hora de ser feliz agora, espalhar esta felicidade e fazer os outros felizes !

Está na hora de se conectar ao seu Eu verdadeiro e ser você de verdade, sentir tudo que É !

Recebido por Prama Shanti

Apometria – Origem

merkaba02-200

Apometria é uma técnica de cura oriunda da Aumbandhã – Lei Maior Divina ou Sabedoria Secreta, setenária e esotérica, originária de uma estrela da Constelação de Sírius, muito próxima ao Grande Sol Central. Ela é por nós conhecida desde os tempos de Atlântida, época em que nosso querido Ramatis foi Sacerdote Aumbandhã. É aplicada apenas a espíritos vivendo como seres humanos, por ser lastreada numa ordem setenária, onde através de imposição de pulsos magnéticos, comandados por pessoa treinada, faz-se o desdobramento dos sete corpos que nos compõe, ou seja, faz-se com que os nossos sete corpos afastem-se temporariamente, para que nossos irmãos maiores, médicos do espaço, possam realizar em separado, mais rapidamente, portanto, em nós uma transmutação energética de forma plena, proporcionando assim a nossa cura, através da dissolução das disfunções a que chamamos de doenças. A propósito, essas disfunções existem em função do desentendimento entre nosso emocional e nosso racional, ou melhor, entre nossos pensamentos e sentimentos. Sejamos, portanto, fieis a nossos pensamentos e sentimentos, que tudo muda em nossa vida.

Embora sendo um sistema de cura bastante antigo, sendo como dito acima já utilizado em Atlântida, foi por nós mesmos completamente relegado ao esquecimento.

Já em nosso tempo, em 1.867, essa técnica de cura, que ainda não levava o nome de Apometria, era descrita através de seus métodos e mecanismos, pelo Sr Peyanne, na Sociedade Espírita de Bordeaux, sob aquiescência de Kardec. Ainda nesse período coube a outro cientista e pesquisador da Doutrina dos Espíritos, Ernesto Bozzano, (1.862 – 1.943), em sua obra “Fenômenos de bilocação”, criar o termo “desdobramento”, circunstanciando detalhadamente, os processos que envolvem os veículos de manifestação do espírito reencarnado, dentro de uma ordem setenária.

Mas, se temos hoje o privilégio e a oportunidade de conhecê-la e de nos utilizarmos dessa magnífica Terapia de cura, é graças ao Dr. José Lacerda de Azevedo, que foi em nosso plano, Médico e Espírita, extremamente bem conceituado. O Dr. Lacerda criou esse termo em 1.965, após conhecer e experienciar uma técnica de cura denominada Hipnometria, que era na época empregada em enfermos em geral, com excelentes resultados, pelo psiquista Porto-riquenho Luiz Rodrigues.

O termo Apometria vem do grego, onde APO significa “além de ou fora de” e METRON, que é “relativo à medida”. Representa o clássico desdobramento entre o corpo físico e os corpos espirituais do ser humano. Não é propriamente mediunismo, é como dito no início dessa explanação, uma técnica setenária de dissociação dos nossos corpos, através de desdobramento, lastreada nas leis da física quântica. É um sistema de cura com base em sólidas fontes de amor fraterno, de saúde e de cura, com resultado eficaz para todos e quaisquer males ou disfunções. Pode e deve ser aplicada em todas as pessoas, não importando a saúde, a idade, o estado de sanidade mental e a resistência oferecida.

Através da Apometria, o desdobramento acontece via indução, gerando aquilo a que chamamos de bilocação. É uma técnica de largo uso, em Hospitais a partir da quarta dimensão, para tratamento de espíritos encarnados ou desencarnados, que abriu as portas para a investigação sistemática da dimensão astral, verdadeiro universo paralelo ao nosso. Representa em essência o desdobramento, a separação entre o nosso corpo físico e nossa constituição espiritual.

Desdobramento esse, que ocorre todos os dias em nossas vidas de forma natural. Às vezes espontaneamente. Acontece durante o sono natural, ou no sono hipnótico ou ainda no êxtase místico. Pode ocorrer também nos grandes choques emocionais, choques circulatórios, desmaios, coma, convalescenças de enfermidades graves, traumas físicos, também podendo ocorrer em conseqüência do uso de narcóticos.

Na medida em que utilizamos a Apometria, com o passar do tempo, em função dos nossos desdobramentos, através dos trabalhos que vamos realizando, vamos adquirindo cada vez mais, consciência das nossas potencialidades e vamos assim superando as nossas limitações, pois passamos a transitar por diversas dimensões, como se estivéssemos aqui no plano físico que conhecemos, permitindo-nos ir a muitos locais, às vezes longínquos, para trabalhar, auxiliar, tratar de enfermos espirituais encarnados ou desencarnados, tudo isso naturalmente, sempre amparado por nossos irmãos maiores. Aliás, nada fazemos sozinhos! Somos sim, parte integrante de um grupo de seres abnegados, que vivem em prol de auxiliar, a quem esteja pronto para receber essa ajuda.

Ao utilizarmos a Apometria, abrimos imediatamente através de nossa forma pensamento, portais interdimensionais, que nos ligam ao Mundo Maior e, a toda Corrente Médica e Mentores do Espaço. O êxito da Apometria reside na utilização de nossa faculdade mediúnica, para entrarmos em contato com o mundo espiritual, da maneira mais fácil e objetiva, sempre que for necessário.

Finalizando, a Apometria é indicada para os casos de cirurgias astrais, incluindo transplantes de órgãos comprometidos, remoção ou desintegração de miomas, por exemplo, obsessão e indução espiritual, auto-obsessão, pseudo-obsessão, parasitismo, vampirismo, estigmas espirituais, remoção de chips e parasitas no corpo astral, arquepadias, (magia originada em passado remoto), goécia (magia negra), tratamentos especiais para magos negros, tratamento de espíritos em templos do passado, utilização dos espíritos da natureza, condução dos espíritos encarnados, porém desdobrados, para Hospitais do Astral Superior. Indicado para criação de campos de força magnéticos. Perfeito para tratar de síndrome da ressonância vibratória com o passado, que é a cura e eliminação de traumas vividos em vidas passadas, através de terapia de vidas passadas.

Fonte: http://www.magodaluz.com.br/terapiasholisticas/apometria.asp


* Participe de nossos workshops, 
   acelere a sua transformação de consciência,
   seja mais Feliz e faça a diferença no mundo !

Prama Shanti: atendimento em São Paulo:

  • consultoria e aconselhamento;
  • atendimentos individuais com técnicas energéticas:
  • coerência cardíaca, respiração, meditação budista tradicional,
  • Tri-EB (reprocessamento da informação por estímulos bilaterais),
  • Reiki, imã-toque, cura prânica, cura quântica,
  • “Respiração dos 7 Chacras”,
  • alinhamento e energização dos chacras.

Agende uma palestra gratuita em sua instituição.
Informações: pramashanti@gmail.com. 

A Memória

Já falamos um pouco sobre a memória. Não existem memórias estáticas em seu ser. Todas as memórias, todas as lembranças possuem vida. Cada lembrança capta um instantâneo de determinado momento ou situação, daquele ser que nasce com aquele evento. Este ser não é você, é uma parte diferenciada de você, construída para reagir àquela situação. Todas as suas sensações, cheiros, visuais, cada reação tomada naquele momento, seus pensamentos, sentimentos, criam um ser completo e reativo para aquele momento. Uma pequena fatia de você é desdobrada e ganha vida para preservar aquele momento inteiro. Por isso ao recordar-se de uma situação muito antiga, você pode não identificar-se mais. Pode pensar: “este não sou eu”. Pois seu ser continuou em evolução, mas aquela memória recordada ficou estática em termos de evolução. É apenas uma fotografia integral de todo seu ser reagindo àquela situação. Uma entidade viva, mas limitada dentro de você.

E quanto mais intenso for o momento recordado, mais vivo e mais completo será este ser. Em casos de eventos muito traumáticos este ser pode ganhar uma pseudo vida dentro de você, atuando intensamente a cada instante e podendo persistir após sua morte, permanecendo presente em encarnações futuras.

Estas verdadeiras memórias vivas permanecem estáticas no aspecto evolucional, pois elas não possuem alma e nenhum propósito evolutivo. Memórias vivas de eventos cotidianos de pouca importância possuem pouca energia, são tênues e não sobrevivem a morte.

Entretanto, memórias vivas de eventos traumáticos possuem muita energia acumulada. Uma energia que não se dissipa com a morte. A dissipação de energia de uma memória viva deste tipo só ocorre quando ela é processada e resolvida por um cérebro. O cérebro físico tem a capacidade de manipular estas memória vivas (formas-pensamento), esta é a sua função.

Este processamento ocorre de 3 maneiras:

1) a memória pode ser aberta, vivenciada e reprocessada, fazendo com que ela continue seu ciclo. Se ao processá-la, o cérebro entrar em ressonância harmônica, todas aquelas emoções serão revividas e haverá uma retro alimentação da memória, aumentando sua energia.

2) Se a memória for aberta e a atenção do cérebro for desviada por estímulos externos, este não entrará em ressonância e poderá processar a memória sem alimentá-la energeticamente. Ao contrário, processando a memória e retirando suas emoções, poderá diminuir sua energia, esvaziando-a.

3) O terceiro modo de processamento ocorre quando o cérebro se protege da memória viva, criando uma barreira de processamento e acessando apenas as camadas mais externas desta memória, acessando apenas pequenas partes. Neste modo que ocorre nas terapias tradicionais, é como se a memória fosse tratada como um bloco fechado, lembra-se dela e fala-se dela como um objeto distante e intocado. A memória permanecerá com toda sua energia e vitalidade.

através de Prama Shanti

O Caminho para a Consciência 5D

2015-este-momento-de-agora. 1346 r=1.89

Ter consciência 5D ou da quinta dimensão, significa ultrapassar a consciência de tempo linear de temos hoje, e para isto é necessário um afastamento definitivo do apego 3D ou tridimensional, isto é, da matéria, das posses, do dinheiro e de tudo que ele representa.

Com este desapego vem o fim da ansiedade, pois você passa a ter certeza que o passado não lhe interessa mais e que o futuro não está em suas mãos, mas nas mãos do Universo.

Este é o grande paradoxo, na medida em que você entende o tempo, se liberta deste conceito temporal e se desprende do passado e do futuro, ajustando seu foco no presente que é onde tudo acontece, e é a única coisa que você realmente possui e por isto pode modificá-lo.

Este foco no presente é o fim da ansiedade, em vez de ficar gastando energia no passado e no futuro, você se concentra em um único ponto e pode acessar todas as dimensões deste ponto. Você passa a ter acesso a todas as camadas dimensionais de seu ser e dos que estão a sua volta.

É um acesso integral a este magnífico ponto que é este efêmero e maravilhoso instante atual, um instante infinitamente pequeno de tempo e ao mesmo tempo infinitamente grande no Universo, com infinitas informações a sua disposição.

Isto é o que você possui, o que o Universo lhe oferece. Neste pequeno instante você é Deus e aqui você tudo pode. Esta é a chave, é a porta de entrada ao paraíso.

Aqui você pode mudar sua vida e seu destino, pode acessar seu Eu superior, promover curas e construir realidades.

Para começar, você precisa de apenas uma coisa: entregar-se completamente ao seu Deus interior, e deixar-se levar pelas ondas do Universo. Se entregue completamente, deixe sua mente leve e livre e sinta-a flutuar no vazio, deixe-se levar e sinta sua comunhão com este maravilhoso Universo. A partir daí, observe-se e sinta-se surfando nestas ondas maravilhosas, veja que nada mais tem sentido, confie e desapegue-se totalmente. Esta é a verdadeira Celebração !

O Universo está lhe esperando, é Deus lhe estendendo as mãos …

Prama Shanti

Ano Novo

Scott-Finsthwait-018.jpg

Estamos todos nós neste recomeço de ano, a maioria retomando suas rotinas e com novos planos.

É normal que em todo reinício tenhamos um fôlego extra, novos planos e novas ideias, e isto envolve dois conceitos: a contagem do tempo e o amanhã, o futuro.

A dois mil anos atrás nossa civilização começou a se distanciar da natureza, se distanciar de Deus. Foi um processo engenhosamente arquitetado, implementado gradativamente, e hoje se encontra totalmente sedimentado. Uma das estratégias utilizadas foi a de romper nossas ligações com os ciclos naturais, pela manipulação do tempo. Utilizamos um calendário distante de tudo, que não existe em nenhum lugar da natureza. As antigas datas pagãs que celebravam os ciclos da natureza foram distorcidas ou esquecidas. Perdemos a sincronicidade com os ciclos lunares e nenhum de nós sabe mais exatamente onde andamos. As semanas e os meses de tamanho aleatório não significam nada e constantemente nos perdemos do calendário. O antigo calendário das treze luas nunca conseguiu ser restabelecido e o tempo foi fatiado aleatoriamente aumentando nossa ansiedade. Esta ansiedade aumentou a frequência de nossas ondas cerebrais, alterando o padrão vibratório do planeta (ressonância Schumann).

Com toda esta ansiedade e estando no início de um novo ciclo civil, é natural que todos façam planos e resoluções para o futuro.

Osho nos fala que ao estabelecer resoluções para o amanhã estamos matando o amanhã. Isto é verdade porque estas resoluções partem da nossa mente concreta, cartesiana, do nosso Ego. Agindo assim estamos limitando o Universo ao tamanho de nossa compreensão, estamos perdendo toda a magia da vida e nos limitando dentro de um tempo que não existe, a uma vida pequena e mesquinha que nos é imposta e que nosso Ego cartesiano acha que merecemos.

É saudável ter um fôlego extra no reinicio, mas deixe-se navegar pelas ondas do Universo, permita-se ter o que lhe parece impossível e acima de suas possibilidades. Desperte, abra sua mente e fuja desta ansiedade por uma meta mesquinha em um tempo que não existe. Ouse e acredite que você pode tudo. Nós somos Deuses na medida em que acreditamos nisto, nosso poder é ilimitado, o Universo pode ser moldado por nossa vontade. Nossa mente una com o Todo é a criadora de toda esta realidade e esta realidade é múltipla. A realidade que você vive é aquela que você se permite.

Então, permita-se ser feliz, permita-se ser Deus. Não limite seu amanhã dentro desta caixinha pequena que sua mente racional enxerga. Ouse ir além, você pode querer tudo, não pense em como isto vai acontecer nem quando, apenas acredite e o Universo vai literalmente se curvar e realizar o seu desejo.

através de Prama Shanti

(sobre a autoria …)

Prama Shanti: atendimento em São Paulo:

  • consultoria e aconselhamento;
  • atendimentos individuais com técnicas energéticas:
  • coerência cardíaca, respiração,
  • Tri-EB (reprocessamento da informação por estímulos bilaterais),
  • reiki, imã-toque, cura prânica, cura quântica.

Agende uma palestra gratuita em sua instituição.
Informações: pramashanti@gmail.com.