Relações Abertas ?

Vivemos um mundo de contrastes, principalmente nas relações humanas. Por um lado temos os amores líquidos, superficiais, que se desfazem de um momento para outro, e por outro lado a constante necessidade humana de se sentir pertencido, de não ficar sozinho.

O próprio conceito de relação aberta ou fechada fica difícil de ser estabelecido. Vive-se um mundo onde o foco está sempre no material.

Correm pela Internet inúmeros textos com baboseiras sobre o envolvimento energético causado pelo contato sexual. É claro que há um envolvimento energético, mas nada que não se desfaça em um ou dois dias. Por outro lado pouco se fala no envolvimento emocional e energético causado pelas relações virtuais na internet. Estas sim causam um grande  envolvimento emocional e energético.

Já vi vidas serem destruídas por namoros virtuais, mas nunca vi isto ser causado por um encontro de uma noite com sexo seguro.

Onde começa a traição ? No mundo físico ou emocional ?

Falar em relacionamento fechado e consciente hoje é algo muito relativo.

E as relações abertas ? É a atitude mais verdadeira e sincera, mas também a mais difícil.

Relação aberta não implica na obrigação de ter outros parceiros, mas apenas na liberdade de tê-los, virtual ou fisicamente.

Neste caso, muitos se gabam de ter relações abertas teóricas, onde nunca houve uma terceira pessoa.

É exatamente quando ocorre a terceira pessoa que somos testados e precisamos enfrentar o nosso ego. Onde a posse é questionada e precisamos nos centrar na felicidade do outro e não na nossa insegurança. Como disse Dalai Lama, “dar asas para voar, raízes para voltar e motivos para ficar”.

Abrir mão do sentimento de posse e exclusividade sobre o outro é difícil e requer uma visão de que nosso ego não somos nós. É preciso enxergá-lo como sendo apenas uma parte de nós, e precisamos colocá-lo ao nosso serviço em vez de servi-lo.

Mas este não é o maior desafio ! O grande desafio que as duas partes da relação enfrentarão inicialmente com a chegada de outras partes é a sensação de não pertencimento, de estar sozinho. O outro não é mais uma metade de nós (e nunca deveria ter sido), não é mais aquela pessoa com dedicação exclusiva às nossas necessidades. Ficamos novamente sozinhos !

Esta é a raiz de todos os problemas em todos os tipos de relacionamentos: a busca de uma metade ou da sensação de pertencer ao outro e se sentir em segurança.

Enquanto você não tiver capacidade de ser feliz sozinho, estará se enganando nas relações. Elas podem até ser duradouras, mas você não estará sendo você. Enquanto você colocar a sua felicidade nas mãos de outro, estará deixando de viver plenamente.

Seja feliz,
mas faça com que está felicidade dependa apenas de você !

Prama Shanti
03/08/2019

Participe de nossos workshops, 
acelere a sua transformação de consciência,
seja mais Feliz e faça a diferença no mundo !

Para ver informações e depoimentos sobre nossos workshops,
clique nos links abaixo:

Prama Shanti: atendimento em São Paulo:

  • consultoria e aconselhamento;
  • atendimentos individuais com técnicas energéticas:
  • coerência cardíaca, respiração, meditação budista tradicional,
  • Tri-EB (reprocessamento da informação por estímulos bilaterais),
  • Reiki, imã-toque, cura prânica, cura quântica,
  • “Respiração dos 7 Chacras”,
  • alinhamento e energização dos chacras.

Agende uma palestra gratuita em sua instituição.

Informações: pramashanti@gmail.com. 

Anúncios

4 comentários em “Relações Abertas ?”

    1. Somos espiritualistas, mas não espalhamos medo. Queremos as pessoas felizes, vivendo a vida. Estas baboseiras energéticas servem apenas para manter as pessoas infelizes, como querem as forças trevosas que espalham estas idéias. Propaguem a Luz, a Liberdade e sejam felizes !

      Curtir

      1. Não se trata de disseminar medo, mas de criar consciência sobre o entrelaçamento dos campos auricos, mesmo que não haja um compromisso envolvido. A mistura energética é fato, e não algo criado para meter medo! Somos Seres Espirituais e Sexuais, a matéria nada mais é do que energia, e isso não se trata de questão religiosa, mas de Física Quântica!

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s